quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Um Natal Permanente

"Os passos de Jesus marcam o caminho do Tesouro", como nos fala uma canção. Sua vida é para cada um dos aprendizes uma aula pratica de amor, serviço, desapego e sabedoria.

Realizamos este ritual natalino ano a ano lembrando o nascimento do Cristo Histórico e renovamos as esperanças que o Cristo renasça também no coração dos Homens.

Desejar Feliz Natal, de certa forma é um contacenso, porque, como disse nosso mestre, onde nasce o verdadeiro Espirito de Natal, não existem mais as condições que geram a desarmonia e a tristeza, Tudo é alegria e Beleza.

O simbolismo do nascimento do menino na manjedoura conta a nossa própria historia de busca pelo despertar do nosso menino Cristo que esta nascendo em nossos corações.

A simplicidade e ausência de adornos simboliza o despojamento e desapego necessário para que ele possa nos demonstrar toda sua grandeza e esplendor.

Os presentes dos sábios viajantes reconhecem através do simbolismo do ouro a sua pureza e inocência, no simbolismo do incenso demonstra a sua leveza alem do mundo físico que transcende e interpenetra a matéria, e da mirra  que simboliza a morte do eu pessoal e egoísta para o nascimento da consciência eterna e unificada com todos os seres.

Mas nada simboliza mais o natal do que este sentimento inescapável de amor e alegria que invade todas as pessoas e contagia até os mais frios e racionais. Mesmo sem entender seu significado brincamos como crianças que aprendem a desenvolver e evoluir o amor, mesmo que seja por uma noite apenas.

Para aqueles que se deixam contagiar pela Inspiração do Cristo, o Natal é apenas o começo de uma nova vida repleta de carinho, simpatia e gratidão que permitem o nascimento do amor altruísta.

Desejo que nesta noite as pessoas deixem as portas abertas para Entrada do nosso Querido Mestre Jesus em seus Lares e Corações e que o Espirito de Natal preencha de tal forma suas vidas que elas desejem aconchegar este sentimento por mais tempo e saim em busca de um Natal Duradouro durante o próximo ano repetindo os gestos natalinos...





segunda-feira, 24 de novembro de 2014

O Curso da Vida

No inicio era apenas uma pequena mina, borbulhando as areias em busca da superfície. Não mais aceitava viver no mundo submerso, pois precisava de novos ares. 

Quantos questionamentos afloravam neste despertar do mundo das limitações, cujas respostas tradicionais não atendiam mais. Devia haver alguma coisa além daquele mundo pequeno e limitado.

A pequena nascente jorrou apalpando o terreno em busca de uma nova direção a seguir. Os Pequeninos obstáculos eram como montanhas gigantescas, mas já não podia mais voltar para o fundo da terra. Havia uma atração inexplicável a puxa-la. 

Então desceu por caminhos estranhos experimentando novas sensações e aventuras em cada descoberta.  Umedeceu o terreno com sua euforia e sofrimento,  seguindo sempre em frente. 

Quantas vezes se perdeu no caminho, quantas vezes ficou preso entre as pedras e espinhos ou em redemoinhos. até que o caminho se abrisse novamente e as águas seguissem seu curso.

Mais adiante se encantou com as belezas das paisagens e quase se perdeu no caminho. Também enfrentou duras rochas, mas as lapidou e seguiu  adiante e encontrou curvas velozes e sinuosas como se fossem montanhas russas. Despencou muitas vezes, mas voltou a deslizar suavemente. 

Houve um tempo em que parou sereno envolto em folhagens, como se estudasse as paisagens e delas absorvesse a essência dos mundos, neste tempo queria seguir sozinho conquistando o terreno,  mas percebeu que era melhor se unir a outros afluentes  para juntos se fortalecerem e formarem uma corrente maior,  ganhando força e firmeza. 

O pequeno veio se uniu  a outros filetes e tornou um riacho aumentando a força e o desejo de alcançar algum lugar distante, ainda sem ter noção exata da razão e sentido desta força misteriosa que tornava o terreno conhecido menos atrativo do que um futuro incerto. 

Aos poucos se transformou em um rio caudaloso Impressionando com a força com que vence os obstáculos, o vigor da correnteza, a convicção com que avança sobre as rochas e segue em frente, sentindo cada vez mais a atração da imensidão das águas que o chamavam para junto de si, dando-lhe sentido para vencer obstáculos cada vez maiores. 

Sua força agora irriga as lavouras, gera riqueza, move moinhos, gera energia para muitos, sustenta cidades e até países inteiros através da eficiência de sua correnteza alimenta e multiplica a vida.

Agora és uma força e uma referencia, és o mar para muitos afluentes que se desembocam em busca de um curso. 

Impressiona a limpidez de suas águas mansas que unem em sua lamina o céu e a terra, o gigantismo de suas margens, a serenidade de suas águas  que esconde a força que corre em seu interior, sem abalar sua superfície serena. 

Já não se sabe mais onde começa o rio e onde começa o mar. Já não se sabe mais se é o mar que atrai o rio ou se é o rio que atrai o mar.

A vida segue seu curso, como o Rio caminha para o Mar. O Curso da vida é a vida em curso, mas todo curso tem um Mestre e todo Mestre tem seu curso, e aquele que segue o curso finalmente encontra o seu Mestre.


domingo, 26 de outubro de 2014

Uma longa caminhada começa com um pequeno passo

Queridos amigos,

Estamos dando um grande passo para a integração dos nossos irmãos de caminhada. Aqui poderemos compartilhar conhecimentos, trocar informações, publicar fotos dos encontros, sugerir filmes, livros vídeos e refletir de forma madura e serena sobre a realidade do mundo que vivemos.

Sabemos que aquele que se dedica a busca interior é  um estranho no mundo. Seus assuntos não interessam a maioria das pessoas e ele sente sozinho, mesmo cercado de amigos e familiares, sem ter com quem compartilhar suas ideias e reflexões. " Um Louco, num mundo a delirar".
Somos diferentes porque não nos satisfazemos com as explicações da ciência acadêmica sobre as limitações humanas e também não compartilhamos com a visão consumista do mundo, nem com o culto exagerado da vaidade que predomina em nossa sociedade. Não vemos sentido na visão de um Criador ausente, descansando em um Céu Paradisíaco julgando de forma igual pessoas que tiveram oportunidades diferentes.

Sentimos que deve haver um sentido maior para toda esta loucura humana, que deve haver um coerência maior nas leis universais, deve haver algo dentro de nós mesmos que ainda não exploramos e por isso desconhecemos. Acreditamos que o verdadeiro homem está oculto do próprio homem e que o maior desafio que podemos empreender é encontrar esta fonte oculta de beleza e poder.

Então percebemos que outros já tiveram o mesmo despertar, e que muitos alcançaram esta fonte interna de sabedoria e deixaram pistas de suas descobertas para aqueles que tem sede de conhecimento.
Percebemos então que existe um caminho que conduz a este conhecimento interior. Um longo caminho que precisa ser percorrido individualmente por cada um que queira chegar a este autoconhecimento, mas que pode ser compartilhado com  outros amigos de caminhada. 

Assim, caminhando juntos,  podemos colocar a mão no ombro de nosso companheiro de caminhada e trocar algumas ideias e reflexões, tornando assim a nossa caminhada mais alegre e cheia de vida.

Convido então  a todos os peregrinos e buscadores a caminharmos juntos com o coração cheio de alegria, cantarmos algumas canções durante a caminhada e nos encorajarmos mutuamente enquanto caminhamos e aprendemos.



abraços,

João Sergio P. Silva

Versos Aureos de Pitágoras

VERSOS ÁUREOS DE PITÁGORAS
(Tradução de Júlio Maciel)



PREPARAÇÃO :
Aos Deuses imortais sagrado culto rende;
Resguarda o coração. Tua crença defende,
Aos sábios e aos heróis, em preito fervoroso.


PURIFICAÇÃO ;


Sê bom filho e bom pai, justo irmão, terno esposo,
Elege amigo teu o que em virtude prima,
Vive com ele e dele te aproxima.
Os conselhos lhe escuta; e se te aconselhando,
O teu amigo for um dia menos brando,
Perdão! Que sobre a fiel vontade – Ó lei severa ! –
A Fortuna fatal, às vezes prepondera.
Dominar as paixões é dom que te pertence:
Tuas loucas paixões subjuga e doma e vence.


Sê castro, sóbrio e ativo. A cólera o semblante
Nunca te ensombre, nunca o mal de seja aceito.
Em público ou sozinho, e como a um semelhante,
A ti mesmo tributa o devido respeito.



Na palavra e na ação sê justo e sê prudente.
Vive – mas não te saia a morte da lembrança;
Nem te esqueças jamais de que o homem facilmente
Perde as honras e os bens que facilmente alcança.



Se os males que o destino acarreta à porfia,
Nem podes mitigar – não blasfeme o teu lábio;
Suporta-os com prudência e nos Deuses confia,
Que aos Deuses praz valer ao que usa como Sábio;



Adeptos o Erro os tem, como a verdade bela;
O sábio adverte austero, ou aconselha amigo;
Mas, se o Erro vil domina – Ele recua, e vela;
Grava no imo do preito as palavras que eu digo:



Não tenhas prevenção alguma: Todavia,
Os atos de outrem pesa e a ti mesmo te guia;
Pois que nem todos são exemplo e ensinamento.
Só do insensato é agir sem fim, razão nem tento.
Contempla, no presente, o futuro e o passado.
Faze apenas aquilo em que fores versado.
Instrui-te com vagar, aprende com paciência,
Do tempo e da Constancia é que vem a sapiência,
Poupa a saúde, que ela é um tesouro precioso:

Ao teu corpo – Alimento, à tua alma – Repouso.
Usa moderação, porque inda mais nocivo
Do que a falta – Resulta, às vezes o excessivo.
Não pratiques o luxo e a avareza também,
Pois só no meio termo é que consiste o bem.



PERFEIÇÃO



 Assim que o sol de acorde e calmo te levantes,
Julga as tuas ações como severo juiz.
E ao sono não te dês sem perguntares antes:
- Hoje, em que pensei eu ? E o que foi que fiz ?



Fizeste o bem ? – Persiste. O mal fizeste ? – abstem-te
Ama o conselho meu, medita o que ele ensina.
Se o amares – Eu te juro – E o seguires fielmente,
Poderás  atingir a virtude Divina.



Eu te juro por quem o Augusto emblema grava
- A Tétrade sagrada – Em nosso coração.
Mas, primeiro, é mister, do seu dever escrava:
Dos Deuses a alma invoque, ardendo em devoção.



Sob o influxo, as obras que empreenderes
Terminarás em paz, fugindo o engano rudo.
E, perscrutando a essência aos diferentes seres,
Tu o princípio e o fim conhecerás de tudo.



Verás que a Natureza – O Céu há de mostrar-te –
É em tudo semelhante e a mesma em toda parte.
Conhecendo-te a ti, senhor do teu destino,
Vibrarás sem paixões teu coração no peito.
Homem – verás que são os frutos próprios do homem
A mágoa que atormenta e os males que o consomem;
Porque a origem do gozo, a fonte da ventura
Que em si mesmo possui – Além de si procura.
Bem poucos sabem ser felizes: compelidos
Pelos desejos maus, joguetes dos sentidos,
Como baixel em mar sem fim, por entre pegos,
Assim os homens vão desnorteados e cegos.
Deuses ! Quisésseis  Vós valer-lhes de onde estais !
Mas, não: Homem, teu ser provém dos imortais.



Discerne, por ti mesmo, o Bem e o Mal: conforto
E auxílio te dará a Natureza exemplar.
Homem sábio e feliz, o entre-sonhado porto,
Se cumprires minhas leis, um dia hás de alcançar .



Evita o que perturba a mente e o que a alma esmaga,
Aprimora a razão, esmera os dotes teus,
E tu, transpondo, enfim, a prepulgente plaga,
Tu, entre os Imortais, serás também um Deus !



veja também   "Poema Se"


Poema Se

POEMA  “SE” , DE RUDYARD KIPLING
Versão livre de Félix Bermudas



Se podes conservar o teu bom senso e a calma,
Num mundo a delirar, pra quem o louco és tu;
Se podes crer em ti, com toda a força d´alma,
Quando ninguém te crê;
Se vais faminto e nu,
Trilhando sem revolta um rumo solitário;

Se à torva intolerância, à negra incompreensão,
Tu podes responder subindo o teu Calvário.
Com lágrimas de amor e bênçãos de perdão;

Se podes dizer bem de quem te calunia;
Se dás ternura em troca aos que te dão rancor,
Mas sem a afetação de um santo que oficia,
Nem pretensões de sábio a dar lições de amor;
Se podes esperar sem fatigar a esperança;

Sonhar, mas conservar-te acima do teu sonho;
Fazer do pensamento um Arco de aliança,
Entre o clarão do inferno e a luz do céu risonho;

Se podes encarar com indiferença igual,
O Triunfo e a Derrota – eternos impostores;
Se podes ver o Bem oculto em todo o mal
E resignar, sorrindo, o amor dos teus amores;

Se podes resistir à raiva ou a vergonha
De ver envenenar as frases que disseste
E que um velhaco emprega, eivadas de peçonha,
Com falsas intenções que tu jamais lhe destes;

Se podes arriscar todos os seus haveres
Num lance corajoso, alheio ao resultado,
E calando em ti mesmo a mágoa de perderes,
Voltas a palmilhar todo o caminho andado;

Se podes ver por terra as obras que fizeste,
Vaiadas por malsins, desorientando o povo,
E sem dizer palavra, e sem um termo agreste
Voltares ao princípio, a construir de novo;

Se podes obrigar o coração e os músculos
A renovar o esforço, há muito vacilante,
Quando já no teu corpo, afogado em crepúsculos,
Só existe a Vontade a comandar “ Avante!”

Ou vivendo entre os Reis conservas a humildade;
Se, vivendo entre o povo, és virtuoso e nobre,
Se inimigo ou amigo, o poderoso e o pobre
São iguais para ti, à luz da Eternidade;

Se quem conta contigo encontra mais que a conta;
Se podes empregar os sessenta segundos
De um minuto que passa, em obra de tal monta
Que o minuto se espraie em séculos profundos;

Então, ó Ser Sublime, o mundo inteiro é teu!
Já dominaste os Reis, os tempos, e os espaços,
Mas, ainda para além, um novo sol rompeu,
Abrindo um infinito ao rumo dos teus passos;

Pairando numa esfera acima deste plano,
Sem recear jamais que os erros te retomem,
Quando já não houver em ti que seja humano,
Alegra-te meu filho; então serás um Homem.

sábado, 25 de outubro de 2014

52 Passos de Luz


1. Tenha a certeza de que você nasceu para ser feliz!

2. E que este mundo não é um "vale de lágrimas" onde deves te considerar "um pecador" e que não haja espaço para a alegria, a fantasia criativa, o prazer, a felicidade constante.

3. Que os erros são ferramentas sempre úteis para nos proporcionar acertos maiores, quando temos consciência deles.

4. Também o sofrimento, assim como os prazeres, as dificuldades e as vicissitudes da vida, quando aceitos e bem compreendidos, são valiosos instrumentos para aprimorar nossa alma e nosso caráter.

5. Que devemos perdoar sempre. Mesmo que isto não signifique ter que conviver intimamente com as pessoas.

6. Mas que, nos auto-perdoarmos é importantíssimo. Dar um tapinha em nossas costas, um colinho para nós mesmos, e nos dizer: "Calma, eu te perdoou, quem não erra? Já passou, querido(a), agora siga em frente mais atento a essa lição da vida! Eu te amo!

7. Ame. Ame. Ame desmedidamente. Como disse Jesus, ame ao teu próximo, mas ame muito a ti mesmo. Faça de tudo para manter bem alta a sua autoestima.

8. Quem ama, cuida. Quem se ama, se cuida muito bem: Bons alimentos, bom sono, trabalho, lazer, boas vestimentas, boa higienização física e mental, bons relacionamentos.

9. Cuidar-se em todos os níveis da existência. Cantar, dançar, celebrando a vida. Exercícios físicos diários. Uma academia ou caminhadas. Tomar muita água e preferentemente em jejum, ao acordar. Tomar sucos naturais desintoxicantes. Muitos legumes, frutas, hortaliças, cereais. Evitar ao máximo alimentos industrializados; refrigerantes com moderação, açúcar e sal moderados, evitar fast foods, menos álcool, menos carne vermelha. Sempre quando possível tomar banhos de sol, de lua, de estrelas, de brisas.

10. Escolha um dia para passar horas só tomando água: Água de qualidade, pura, preferentemente em copos de vidro ou de cristal. É preciso manter nosso organismo livre de toxinas e dar um descanso e revitalização no nosso aparelho gastrointestinal. Uma vez, a cada três meses mais ou menos, faça o tratamento desintoxicante do limão ou outros.

10. É fundamental, nos dias de hoje, estar perto da natureza, harmonizar-se com ela, ouvir o canto dos passarinhos, observar os insetos, tomar banho em rios, lagoas, freqüentar matas e cachoeiras, cuidando do seu meio ambiente que começa no seu meio.

11. Evite o excesso de estresse. Procure dentro de si e encontrarás a serenidade, a paciência e a tranqüilidade para transitar nos caminhos tumultuados do mundo atual. Diminua um pouco seu ritmo, sua pressa, o frenesi de querer tudo para ontem.

12. Assim, faça o que tiver que fazer de imediato. Primeiro as primeiras coisas. Depois faça o que lhe for possível. Em algum tempo estarás fazendo quase o impossível, se começas a administrar melhor o seu precioso tempo.

13. Assim como deves manter teu corpo em forma, também deves cultivar e dar ginástica para tua mente, para o teu cérebro também. Sempre. A mente gosta de ser utilizada. Não te permitas preguiça mental. Uma mente sempre ocupada, treinada, cultivada, aprendiz, despreconceituosa, ávida de conhecer, indagar, raciocinar, intuir, criar, aprender e desenvolver novas habilidades faz com que o cérebro seja sempre saudável, poderoso, mantendo-se sempre lúcido mesmo em idade bem avançada. Se deres trabalho a tua mente o cérebro encontrar-se-á sempre jovem.

14. Cultive diariamente a tua busca, o teu sonho, o teu trabalho, o teu servir espiritual. Seja qual for a sua religião, intente praticar o que se apregoa, sempre visando teu aprimoramento e tua disponibilidade de colaborar ou ajudar teu próximo. Se não necessitas mais de religiões, ponha o teu amor sempre em ação, viva no amor, seja o próprio amor de Deus em ti, como um belíssimo sol a espargir seus raios no calor humano de amor e sabedoria, que deves também treinar.

15. Saiba sempre que é preciso manutenção e crescimento de teu ser integral. Assim, cuide de ti, cuidando de teu instrumento físico, emocional, mental e espiritual, sem privilegiar algum em detrimento do outro. Estar bem e em paz, cultivar pensamentos, sentimentos e atitudes positivas e honestas, treinar a alegria e a gratidão, evita um sem número de doenças e te dá resistência imunológica, saúde plena e longevidade.

16. Sorria. Aumente sua capacidade de bom humor. Ouça e conte boas piadas. O bom humor também é uma ferramenta de crescimento espiritual. E quem sorri, não envelhece.

17. Mantenha, exercite, desenvolva a sua auto-disciplina. Seja moderado. Seja sempre constante em suas metas. Quem é autocontrolado tem muito mais liberdade.

18. Livre-se de falas, pensamentos e condicionamentos inúteis, que tomam tempo e não nos levam para frente. Você pode programar-se e reprogamar-se à vontade em função do que deseja ou precisa fazer. O que a mente faz também desfaz, faz de novo... Mas não se deixe levar pelos hábitos e não permita que seus antigos ou novos condicionamentos conduzam a sua vida no "piloto-automático" sempre. Em tudo o que fizer, por menor que seja, direcione o foco de sua consciência com atenção total para o que estiver fazendo, sentindo, pensando.

19. Considere-se sempre um aprendiz. Assim, abra sua mente e coração para o novo. Deus é o sempre novo. Conte com o que não se pode contar. O imprevisível, o inusitado, o belo e o original, o inesperado, o desconhecido, podem nos trazer muitas coisas, boas surpresas e novas oportunidades. Mistérios podem ser desvelados. O verdadeiro mestre é mestre porque é aprendiz. "O Céu é o teu objetivo, mas não o teu limite." Desconfie de quem já sabe tudo. Saiba que todas as pessoas, por mais simples que sejam sempre têm algo a nos ensinar, como também, amorosamente, você a elas. Torne-se um cálice de recepção para as benesses que o frescor da vida nos oferece. Mas lembre-se desse aforismo: "Só os tolos e os sábios não mudam de opinião."

20. É importantíssimo viver sempre no Aqui e no Agora, que é onde tudo acontece e pode acontecer. Não pré-ocupe sua mente com nada. Ocupe-se do momento presente. Para que sofrer com antecedência?

Planeje, pense o necessário sem no entanto "dar nós nas idéias". Faça o que tem que fazer agora. Amanhã o panorama é outro. Amanhã pode não existir mais. Amanhã vem a solução infalível para o que não pode ser resolvido hoje. Concentre-se no agora. Não o perca!

21. Aproveite o momento, o seu valiosíssimo Agora, bem Aqui donde estais, para fazer o teu melhor, tranquilamente. Não postergue felicidade. Dê logo o presente antes da data. Diga o quanto antes a quem ama, que o ama! Amanhã pode ser tarde demais.

22. Faça uma limpa em seus armários e gavetas. Livre-se do que não te serve mais. Esse pensamento de que "um dia posso precisar desse pedaço de cano, pano, embalagem, arame, pilhas... e um sem número de bugigangas inúteis só enfeiam e tomam nosso espaço e nos fazem pesar mais. Amplie seu amor e discernimento. Doe a quem necessita algo de seu. Doe objetos, livros, coisas boas que podem ser mais úteis a quem precisa. Quando comprar roupas ou artigos novos, faça logo uma doação a quem necessita, mas use de imediato o que adquiriu. Não espere para isso uma "ocasião especial". Todo dia é uma ocasião especial. O amanhã não se sabe... Quem dá, recebe. E se te livrares do excesso, do supérfluo, do desnecessário em teu lar, teu trabalho e em tua vida, abres a porta da energia da prosperidade, que só assim, ao esvaziar-te, podes receber o novo. É a Lei da Atração sendo acionada.

23. Assim, intente receber e conquistar a riqueza. Viva com idéias de abundância em sua mente, em sua alma. Pense alto. Mas evite a todo custo o apego a coisas materiais, sentimentais, situações, condições... Cuide com zelo do que já tem. O sábio é feliz com o que tem, não quando tiver coisas.

24. Lembrem-se sempre de agradecer. O sentimento genuíno de gratidão aciona as forças da prosperidade, quando se é desprendido e alegre.

25. Não "ponha as chaves da sua felicidade no bolso de ninguém." Ao condicionar sua felicidade só quando se está com alguém, só dependendo do que tem na carteira ou na bolsa, ou no banco... ou o que é pior: só quando eu tiver conseguido isto ou aquilo... Você estará pondo no futuro (?) o que pode viver hoje, agora. Afirme: Eu sou feliz. Sou feliz e ponto. Não eu sou feliz se... ou quando...

26. Pense positivo, para cima. Almeje o melhor. Mas dê valor às pequenas coisas da vida. Deixe o mundo um pouco melhor do que o encontrou com sua benfazeja ação e presença. Plante uma flor, um jardim, uma árvore. Cuide-as com carinho. E sinta o perfume da flor, veja seus contornos... atentamente. Concentre-se mais em executar e vivenciar os meios do que o fim. E o resultado será a conseqüência do seu esforço constante no aqui e no agora.

27. Não desperdice tempo com lamúrias. Se lamentas o dia de ontem, desperdiçarás o teu hoje e se lamentas o teu hoje desperdiçarás o teu amanhã. Suprima a gordura das palavras, os excessos de "porquês", de explicações, de justificativas. Evite comentários desnecessários, pessimistas, catastróficos; evite comentar a crônica policial no teu meio familiar e social, fuja correndo da inveja, da maledicência, de falar ou julgar a vida de quem quer que seja. Pense antes de falar. Use sempre "os três filtros": Interrogue-se primeiro se o que vai dizer é útil, é necessário e é verdadeiro. Se irá colaborar para ajudar alguém. Caso contrário, recolha-se no sábio e rico silencio de ti mesmo.

28. A felicidade aumenta muito na interação com os outros. Aprimore a arte de relacionar-se. Faça novas amizades, conservando as antigas. Um amigo (a) sincero é uma grande dádiva e um inestimável tesouro, que nem o tempo e a distancia pode separar. Mas a amizade também é submetida a provas. Mas é preciso passar no exame. E nem a vida nem a morte consegue separar quem ama verdadeiramente.

29. Reserve bons momentos para ti mesmo. Tenha um tempo de solidão-solitude para si, usufruindo os benefícios da solidão cultivada onde podes relaxar, refazer-te, entender-te melhor, repensar, reconsiderar, ressignificar-te, planear melhor tua vida e teus passos; refletir, meditar, estar mais perto de sua consciência e portanto mais perto de Deus.

30. Fundamentalmente, acredite em ti mesmo. Saibas que és muito mais capaz do que tu mesmo imaginas e que és útil, necessário e imprescindível para a Vida. Tens o poder divino dentro de ti. Afirme: "Eu sou, eu posso, eu consigo!" e... "Todos os dias, sob todos os aspectos, estou cada vez melhor!" E acostume-se diariamente a fazer afirmações positivas, ler algo elevado, pensamentos, reflexões, ensinamentos dos grandes mestres, leia sempre bons livros, procure motivar-se permanentemente. Aumente a sua Fé em Deus e nos sábios processos que a vida nos traz. Peça. Requisite. Mentalize, Sonhe. E arregace as mangas. Faça! Você pode. Você é perfeitamente capaz de fazer o que quer fazer. Querer é poder quando se quer realmente e quando se faz por onde. Não adie mais. Comece agora mesmo a realizar todos os seus sonhos. Como nos diz o Albert Einstein, "se você é capaz de sonhar, você é capaz de realizar!" Reflita neste aforismo: "Se continuas a fazer o que está fazendo, continuarás a obter o que está obtendo."

31. Procure ser sempre ativamente calmo e calmamente ativo, alegre, utilize a energia do entusiasmo. E siga firme e determinado na conquista de seus objetivos. Jamais se prenda a qualquer tipo de pensamento limitativo. Dê o seu máximo, o seu melhor, agora! Manifeste toda a sua força e capacidade agora!

32. Abra sua mente para aprender a gostar de tudo o que faça, do seu trabalho, de suas atribuições e papéis, das suas responsabilidades no mundo, da assistência e apoio que podes prestar, sabendo que todas as atividades humanas, rentáveis ou não, são importantes e que precisam ser feitas com amor, dedicação, eficiência e prazer.

33. Não se aposente da vida, apenas do seu trabalho. Ao aposentar-se, você agora tem a chance de fazer o que mais gosta. De continuar sendo ainda mais produtivo em outras vertentes de trabalho. De cultivar mais sua mente, seus estudos, melhorar ainda mais a qualidade de seus relacionamentos, de dedicar-se mais ao Espírito. Evite a todo custo a estagnação, viaje mais, mantenha-se ativo, proativo, criativo, disponível, orientador, sempre útil e disposto a enriquecer o seu aprendizado.

34. Quando estiver desejoso de alcançar mais um objetivo, realizar seus sonhos, encarar o desafio que se requer, olhe esperançoso o porvir, dedicando-se totalmente às etapas necessárias. Para encorajar-te, olhe para trás, para o que já realizastes, e veja e sinta a força que possuis, porque tens o Divino dentro de ti. Portanto, você pode. Todos temos habilidades e talentos, maior facilidade para algumas coisas. Temos grande potencial latente, não explorado. Em qualquer tempo é possível ativá-los. Quando suas metas têm o objetivo de ajudar as pessoas, seja por qualquer meio, você está destinado ao sucesso! Mas entenda que os fracassos são apenas trampolins e pré-condições para atingirmos o sucesso. Pense nas dificuldades como companheiras indispensáveis para seu autoburilamento e capacitação crescente. Pense nos feitos dos grandes homens e mulheres de sucesso, que com seu trabalho beneficiaram a humanidade. Leia suas biografias. Espelhe-se no melhor.

35. Não insista, persista. Quando muitas portas se fecham, abrem-se outras oportunidades. Mas não insista no que não flui. Em modelos ultrapassados. Em posições radicais. Em meras repetições. Muitas vezes a vida está lhe indicando que não é por aí. Assim, veja outras opções, intente a mudança de seu comportamento e até a sua maneira de ver e de pensar. Autoquestione-se, autoavalie-se e siga em frente. Procure fluir com a vida, com o rio da vida, seguindo seu fluxo, o que a vida lhe traz, que, quase sempre, representa a dádiva divina da sincronia perfeita que lhe traz todos os elementos para a consecução de seus anseios, para a aquisição de dados conhecimentos, para o encontro com as pessoas certas no momento certo. Conscientize-se de que estais sempre no lugar certo, fazendo a coisa certa, do jeito certo. Direcione-se, mas seja sempre flexível, deixando-se fluir. E agarre firmemente as oportunidades que sempre surgem, sejam elas onde e de que tamanho for.

36. Não se permita a dúvida. É melhor qualquer caminho do que nenhum. Esteja atento. E faça com determinação.

37. Não se compare a ninguém. Tu és um ser único, peculiar, insubstituível no universo e tens muita importância para a Vida, para Deus, para a tua missão com todas as pessoas que passam e freqüentam a tua vida. Cada pessoa está passando por um ponto de evolução. E cada nível tem que ser respeitado. Saibas que és ternamente amado por todo o Cosmos. És importante para quem te ama. Como igualmente importantes são para ti todos aqueles que amas.

38. Procure ver cada ser, como um irmão de tua família consangüínea. Dispa-as de seus papéis e atitudes e procure vê-las como teus irmãos da grande família humana. Revista-os novamente com a roupagem de tua compreensão, tolerância, solidariedade, apoio, vejas suas fraquezas e fortalezas, defeitos e virtudes como vês as tuas.

39. Estamos aqui para adquirir sabedoria e aprender a estender o nosso coração para amar. Ame incondicionalmente. Mas não crie expectativas de retorno, de reconhecimento, de troco pelo que fazes e amas. Nós amamos. E pronto. Não amamos se... ou desejando que também nos amem. Amamos porque amamos. E porque se ama amar. Sem expectativas, sem apegos, sem desejo de reciprocidade, sem julgamentos, sem condenações, apenas ame. E assim, milagrosamente, o retorno virá. Porque quem verdadeiramente ama, é livre. E quem interiormente é livre, concede a liberdade ao ser amado, às pessoas. O passarinho voa, alto e longe. Mas sempre retorna ao seu ninho. E onde existe amor, carinho, companheirismo, compreensão, cumplicidade, liberdade, o amor vai e volta. E a renúncia por amor, por desejar ver a felicidade do ser amado e não lhe obstruir ou impedir seu caminho e caminhar, é a essência de um amor verdadeiramente sublime. E se assim amas, isso te assinalas Filho da Luz e dileto de Deus. E jamais te sentirás só. Porque para Deus e para a Vida, nunca estivestes realmente só. Ame. Ame. Ame muito. E só.

40. O que é melhor: ter razão ou ser feliz? Acaso a harmonia, a paz, o amor, não são mais importantes em um relacionamento do que se tentar, a todo custo, usando a força de tantos argumentos, ter sempre razão? Sabedoria é olhar para dentro de si mesmo e se perguntar: será que estou errado? Não gostei da forma que alguém falou comigo... Mas, e se ele (a) tiver razão? Estarei sendo arrogante, prepotente, orgulhoso? – Porque até com nossos pretensos inimigos se aprende. E muitas vezes aí se aprende mais. Um certo filósofo disse: "Se não tens um amigo que lhe corrija os defeitos, pagai um inimigo para que lhe preste esse favor". Ao sair para jantar, para um programa com seu esposo (a), amigo (a), namorado (a), (...) o que é mais importante: Uma noitada legal, alegre, divertida, feliz, ou ter razão sobre esse ou aquele caminho, o percurso que já conheces ou não, a discussão com o garçon... O que é mais importante? Ter razão ou ser feliz? Podes ser feliz tendo razão, legal, mas também podes ser e fazer feliz sem tanta razão, tantas "lógicas"!

41. Assim, nos seus relacionamentos mais caros, mais significativos para você, evite dizer: "Você está errado!" "Você não entende nada!" "Você é isso, você é aquilo..." Eu vou te ensinar!... Procure dominar seu ego. Procure ver e respeitar a verdade da outra pessoa. Todos temos as nossas verdades que são relativas e que precisam ser respeitadas. Fale serenamente a sua verdade, não se anule. Mas tente entender o ponto de vista do outro. "O ponto de vista é sempre a vista de um ponto".

Porque em se batendo de frente, ambos saem perdendo. E perde ainda mais quem convida para a briga. Não caia nessas iscas! Como diziam os hippies, "fique sempre na sua". Conviva. Esteja presente e em paz. Ou se ausente. Procure evitar as armadilhas, as sutis armadilhas do ego. Ao ser autentico, no iniciar uma fala de elogio ou de crítica, saiba que as pessoas são como espelhos para você: Tudo o que você vê nelas existe em você! Caso contrário, como iria vê-las? Muitas vezes, exatamente o que criticamos nos outros é exatamente o que precisamos mudar em nós mesmos. Somos instrutores uns dos outros. Coragem! Olhe para dentro de você e assuma, identifique em si o que está projetando nos outros! E assim, modifique-se! Você não pode modificar o outro, só a ele compete essa empreitada. Mas podes modificar a ti mesmo! E ao fazê-lo... na dinâmica da vida, no fluir...veja o que acontece com o outro! E com a tua realidade!

42. Se você treinar ver sempre o lado positivo, a sensibilidade, a bondade, as virtudes, as qualidades, por maiores ou menores que sejam nas pessoas... Porque todas têm... Você viverá no paraíso aqui na Terra! Isto não quer dizer que você se aliene do que fazem, do negativo, das falhas, do que está acontecendo na crônica do dia a dia no mundo. Quer dizer que você se estende às alturas de ver somente o bem em seus semelhantes. Viva no céu aqui na Terra. Experimente! E verás...

43. Prepare solos humanos. Plante boas sementes. Regue as plantas. Cuide delas. Com amor, estimule as pessoas. Brinque com as crianças e deixe vir à tona a sua criança interior. Com o carinho de teu puro sorriso. Que maior felicidade há em fazer feliz e motivar as pessoas?

44. Procure extirpar de ti toda mágoa, ressentimento, rancor. Perdoe! Deseje o bem a quem te ofendeu, caluniou, enganou. Ore pela felicidade delas. Você seguirá pela vida mais leve, e maior liberdade terá, novos horizontes abrirão portas de oportunidades, par a par para ti. E assim evitarás um sem número de doenças, tumores, infartos... Porque os pensamentos, sentimentos e atos negativos e especialmente os repetitivos trazem seu reflexo e influenciam o corpo, as doenças são psicossomáticas. Nós a trouxemos para nós mesmos. Perdoe. Perdoe-se. Sorria e sorria de si mesmo, não te detenhas na tristeza, esforce-se alegremente. Sinta a dor, a mágoa, o arrependimento mas dê espaço imediatamente ao perdão e ao soerguimento. Não interrompa tua marcha com o sentimento de vítima dos acontecimentos, situações, pessoas. Um pouco de autocomiseração pode até ter seu valor como meio de reflexão e redirecionamento. Também não te detenhas aí. Como um guerreiro da luz e do bem, não pare por demais nas quedas. Erga-se novamente! A vida avança a cada segundo.

45. Veja esse pensamento: "Melhor do que chorar o leite derramado é saber que a vida continua. E que a vaca não morreu."

46. A humildade, a simplicidade e a modéstia são sempre importantes. Mas não seja o mais humilde, o mais simples e o mais modesto do mundo...

47. Somos como diamantes brutos e a vida nos ensina como lapidar a nós mesmos. Não espere todo o tempo a intervenção da vida; conscientize-se de que deves aprimorar-te, que deves estar atento e em prontidão para que tu mesmo te lapides. Esteja consciente que deves segurar a rédea de teu destino por tuas mãos... Um cavaleiro passou correndo no seu cavalo. Alguém lhe perguntou: para onde estais indo? Ele respondeu: Não sei, o cavalo é que sabe! – É assim que queres trafegar pela vida? Deixando que teus desejos intermináveis, que as circunstancias, que a dor ou o prazer – teus cavalos – as circunstancias, as pessoas - te ditem o que fazer, o que pensar e te leve para onde bem entenderem? É melhor ser escravo ou senhor? Acreditas que viemos ao mundo só para juntar dinheiro e comer do bom e do melhor?

48. Não decidas nada, em especial resoluções importante para a tua vida em momentos de raiva ou transtorno. Inspire e expire profundamente. Novamente. Acalme sua mente e suas emoções. Retorne a lucidez. Lembra o que nossos pais nos disseram? – O travesseiro é um bom conselheiro. Novamente citamos a rica sabedoria popular que diz: "Se fores paciente em um momento de raiva, escaparás a cem dias de aborrecimento."

49. Reflita sempre nas palavras de sabedoria. Discirna o que há de bom nos ditados populares, nos aforismos dos sábios e iluminados. Faça isto todos os dias. Tal como é indispensável a higiene para o corpo, a higiene mental também é imprescindível. E a retirada de detritos poluentes em nossa mente, substituindo-os pelos néctares dos saberes e o cultivo das virtudes nos darão maior visão e iluminação para seguirmos com segurança e auto-realização crescente pela jornada de nossa vida. Se ao nascermos não recebemos um manual de instruções de como viver, o que fazer em várias situações,

Por outro lado temos o privilégio de aprender e ter o poder de escolha que Deus nos concedeu e uma Consciência em nós que sabe discernir entre o certo e o errado, o bem e o mal, uma consciência e uma Alma onisciente para podemos ouvir a Voz de Deus que assim nos orienta em cada passo da estrada, em cada prova e no resultado final. Deixemos que a razão nos guie mas que o amor nos encaminhe os passos. Treine a sua inofensividade. E lembre-se que uma ajuda especial te é outorgada quando decides viver em conformidade com a tua consciência mais elevada.

50. Não leve a vida tão a sério. Esta vida também não passa de um sonho. Também não precisas seguir tão rigidamente informações, dicas e preceitos. Passe sempre o que te chega ao crivo de tua razão e entendimento, sendo fiel a teus princípios. Esteja atento aos seus pensamentos e sentimentos... observe-os... Para não te autosabotares. Seja gentil e compreensivo consigo mesmo. Mas tente sempre o melhor, novas experiências ou a seleção delas. Faça algo que nunca fizeste. Melhor tentar, conseguir ou não, do que nem sequer tentar. Olhe e examine melhor os seus medos. Têm algum real fundamento? E se...? Mas se eu fizesse assim....? Como se diz: "Quanta coisa se perde por medo de perder...!" Tente. Intente. Faça. Faça outra vez. O querido Charles Chaplin nos diz que 95% do sucesso é insistir. O que estais esperando minha querida, meu querido?

51. O Amor é a maior força do Universo. Utilize esse poder na aquisição de tua segurança, de sabedoria, do conhecimento posto em ação pelo amor. Se Deus é Amor, tu és Amor também. Porque és Seu Filho e herdeiro de Seus atributos.

52. Teu dever é ser feliz. Assim podes irradiar felicidades. Quando olhas para dentro de ti mesmo para além de tua identificação com o ego e a personalidade, podes encontrar a felicidade, a impassibilidade no que tange ao mundo exterior e interior. Tu mudas o mundo e a tua realidade a cada segundo de teu viver. Sinta essa bela responsabilidade que tens para com todos, para com a Vida. Podes encontrar a Paz. Podes semear a Paz. A "Paz do Cristo que ultrapassa toda a compreensão." E caminhando sempre em Deus, na Luz, pela Luz, sendo você a própria Luz, tens o Poder do Amor e da Sabedoria em tuas mãos - que te fará Um com Deus e todos. A suprema Alegria, a infinita Liberdade, a suprema Felicidade te aguarda e a ti está sempre disponível aqui e agora como também o infinito e oceânico Amor nos Édens da Casa de nosso Deus-Pai-Mãe, criador de todos os seres! Se colocar e ser co-criador com Deus é o maior Passo de Luz, felicidade, realização e bem-aventurança que cada um de nós pode e deve almejar!

Ivanildo Falcão da Gama

Quem de nós não necessita em especial nos tempos de hoje, de auto-ajudar-se e expandir-se? Nesse contexto, e visando um substantivo ganho em qualidade de vida e excelência humana, recomendamos a seguir – entre tantos - alguns excelentes livros que podem te proporcionar desenvolvimento, expansão consciencial, instrução, cura e saúde integral, nos quatro pilares básicos da evolução-sustentação humana: o físico, o emocional, o mental e o espiritual.


"Ame-se e cure a sua vida" – Louise Hay. (todos os seus livros são maravilhosos, veja a sua "Meditação do Amor")
"Como fazer amigos e influenciar pessoas" – "Como evitar preocupações e começar a viver" - Dale Carnegie
"Nunca desista de seus sonhos" – Augusto Cury – toda sua obra é muito significativa, em especial para a tecnologia da inteligência, desenvolvimento emocional, superação de bloqueios e crescimento pessoal.
"O Poder do Agora", "Praticando o Poder do Agora" – Eckhart Tolle – De alto calibre espiritual, propõe o autoconhecimento e a realização humana plena.
"Tao-Té-King" – Lao Tze – Sabedoria pura para a vida e auto-realização.
"A Fonte da Juventude" I e II – Peter Kelder – "Ritos" preciossíssimos para a aquisição e recuperação da saúde, vigor, bem estar geral. A prática desses "exercícios" tem o poder de proporcionar a saúde integral, o aumento substancial de qualidade de vida, bem como interromper o processo de envelhecimento. Verdadeira e literal Fonte da Juventude.
"SER LUZ!" - Ivanildo Falcão da Gama – Constituí nesse livro, três vertentes principais: Espiritualidade holística, psicologia e filosofia prática, reflexões sobre temas do cotidiano em linguagem suave de "poemas" – prosa associada com melodia temática. Trata-se não somente de auto-ajuda vigorosa, mas nos fornece ferramentas para nossa expansão de consciência, autoconhecimento, auto-superação e conseqüente conquista da felicidade.

É importante, sobretudo no mundo atual, dentro de uma grande variedade de bons autores espiritualistas e motivacionais selecionarmos os melhores, os que mais nos sejam afins, de alto nível em conteúdos. Cursos e livros contendo psicologia da auto-gestão e excelência humana, ferramentas para meditação e autoconhecimento; e, portanto, autodesenvolvimento que nos pode trazer a felicidade da auto-realização que se alcança na intrínseca vivência conosco mesmo e com o mundo.

O autor.

É sempre bom refletir...:

"Você pode!

Se você acha que está derrotado, você está.

Se acha que não se atreve, não o fará.

Se gosta de ganhar mas acha que não pode, é quase certo que não poderá.

Se acha que vai perder, já está perdido.

Pois neste mundo descobrimos que o sucesso começa com a vontade de uma causa.

É tudo um estado de espírito. Se acha que você é inferior, você é.

Você tem que pensar alto para subir. – Tem que ter certeza de si mesmo, antes

De que você jamais possa ganhar um prêmio. As batalhas da vida nem sempre

Cabem às pessoas mais fortes ou ao "mais tarde",

Quem vence são as pessoas que acham que podem."

Desconheço autoria.

"Acolha a doçura de todos, aceite o nome de todos e diga ‘sim, sim’ – mas mantenhas-se fiel a seus princípios"

Swami Vivekananda.

"Lembra-te de que maior alcance do que o falar tem o viver, mais límpida do que as palavras claras é a ação correta. A tua vida deve ser a tua mensagem."

Trigueirinho

"Concentre sua atenção no seu interior. Você sentirá um novo poder, uma nova força, uma nova paz – em seu corpo, mente e espírito. Comungando com Deus, você muda sua condição de ser mortal para ser imortal."

Paramahansa Yogananda

"Veja o otimismo da Natureza. Nada pode pará-la. Somente o ego faz o ser humano pessimista e causa sofrimento."

Amma

"Quem olha para o lado de fora, sonha. Quem olha para o lado de dentro, desperta."

Carl Gustav Jung

"O valor do homem é determinado, em primeira linha, pelo grau e pelo sentido em que se libertou do seu ego."

Albert Einstein

"Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com nossos pensamentos. Com nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo."

Sidartha Gautama Buda

"Suba o primeiro degrau com fé. Não é necessário que você veja toda a escada. Apenas dê o primeiro passo."

Martin Luther Kin

"Ser grande significa ser incompreendido."

Oscar Wilde

"Não procure seguir as pegadas dos mestres, procure o que eles procuram."

Provérbio Zem
 Por Ivanildo Falcão da Gama

Agosto de 2011http://www.luzdegaia.org/outros/diversos/passos_de_luz.htm

Os Niveis do Ser Humano

Os Niveis do Ser Humano

Há alguns anos, um buscador aproximou-se de um Mestre da Arte Real (um verdadeiro Místico) e perguntou-lhe:

                - Mestre, gostaria muito de saber por que razão os seres humanos guerreiam-se e por que não conseguem entender-se, por mais que apregoem estar buscando a Paz e o entendimento, por mais que apregoem o Amor e por mais que afirmem abominar o Ódio?


- Essa é uma pergunta muito séria. Gerações e gerações a têm feito e não conseguiram uma resposta satisfatória, por não se darem conta de que tudo é uma questão de nível evolutivo. A grande maioria da Humanidade do planeta Terra está vivendo atualmente no nível 1. Muitos outros, no nível 2 e alguns outros no nível 3. Essa é a grande maioria. Alguns poucos já conseguiram atingir o nível 4, pouquíssimos o nível 5, raríssimos o nível 6 e somente de mil em mil anos aparece algum que atingiu o nível 7.

                - Mas, Mestre, que níveis são esses?

- Não adiantaria nada explicá-los, pois além de não entender, também, logo em seguida, você os esqueceria e esqueceria também a explicação. Assim, prefiro levá-lo numa viagem mental, para realizar uma série de experimentos e aí, então, tenho certeza, você vivenciará e saberá exatamente o que são esses níveis, cada um deles, nos seus mínimos detalhes.

                Colocou, então, as pontas de dois dedos na testa do consulente e, imediatamente, ambos estavam em um outro local, em outra dimensão do Espaço e do Tempo. O local era uma espécie de bosque, e um homem se aproximava deles.

 O HOMEM DO NIVEL 1

Ao chegar mais perto, disse-lhe o Mestre:

                - Dê-lhe um tapa no rosto.

                - Mas por quê? Ele não me fez nada…

                - Faz parte do experimento. Dê-lhe um tapa, não muito forte, mas dê-lhe um tapa!

                E o homem aproximou-se mais do Mestre e do consulente. Este, então, chegou até o homem, pediu-lhe que parasse e, sem nenhum aviso, deu-lhe um tapa que estalou.
Imediatamente, como se fosse feito de mola, o desconhecido revidou com uma saraivada de socos e o consulente foi ao chão, por causa do inesperado do ataque. Instantaneamente, como num passe de mágica, o Mestre e o consulente já estavam em outro lugar, muito semelhante ao primeiro e outro homem se aproximava. O Mestre, então comentou:

                - Agora, você já sabe como reage um homem do nível 1. Não pensa. Age mecanicamente. Revida sem pensar. Aprendeu a agir dessa maneira e esse aprendizado é tudo para ele, é o que norteia sua vida, é sua “muleta”.


O HOMEM DO NIVEL 2
Agora, você testará da mesma maneira, o nosso companheiro que vem aí, do nível 2. Quando o homem se aproximou, o consulente pediu que parasse e lhe deu um tapa. O homem ficou assustado, olhou para o consulente, mediu-o de cima a baixo e, sem dizer nada, revidou com um tapa, um pouco mais forte. Instantaneamente, já estavam em outro lugar muito semelhante ao primeiro.

                - Agora, você já sabe como reage um homem do nível 2: pensa um pouco, analisa superficialmente a situação, verifica se está à altura do adversário e aí, então, revida.

                Se ele julgar-se mais fraco, não revidará imediatamente, pois irá revidar à traição. Ainda é carregado pelo mesmo tipo de “muleta” usada pelo homem do nível 1. Só que analisa um pouco mais as coisas e fatos da vida. Entendeu?


O HOMEM DO NIVEL 3

Repita o mesmo com esse aí que vem chegando, o nível 3. A cena repetiu-se. Ao receber o tapa, o homem parou, olhou para o consulente e assim falou:

                - O que é isso, moço? Mereço uma explicação, não acha? Se não me explicar direitinho por que razão me bateu, vai levar uma surra! Estou falando sério!

                - Eu e o Mestre estamos realizando uma série de experimentos e este experimento consta exatamente em fazer o que fiz, ou seja, bater nas pessoas para ver como reagem.- E querem ver como reajo?

                - Sim. Exatamente isso… – e perguntou o buscador – como você vai reagir? Vai revidar? Ou vai nos ensinar uma outra maneira de conseguir aprender o que desejamos?

- Já nem sei se continuo discutindo com vocês, pois acho que estou perdendo meu tempo. São dois malucos e tenho coisas mais importantes para fazer do que ficar conversando com dois malucos. Que outro, em algum outro lugar, revide por mim. Não vou nem perder meu tempo com vocês, pois não merecem meu esforço… São uns perfeitos idiotas... E ainda querem me convencer de que estão buscando conhecimento. Picaretas! Isso é o que vocês são! Uns picaretas! Uns charlatões!

                Imediatamente, aquela cena apagou-se e já se encontravam em outro luar, muito semelhante a todos os outros. Então, o Mestre comentou:

                - Agora, você já sabe como age o homem do nível 3: gosta de analisar a situação, discutir os pormenores, criticar tudo, mas não apresenta nenhuma solução ou alternativa, pois ainda usa as mesmas “muletas” que os outros dois anteriores também usavam.

                Prefere deixar tudo pra lá, pois não tem tempo para se aborrecer com a ação, que prefere deixar para os outros.

É um erudito e teórico que fala muito, mas que age muito pouco e não apresenta nenhuma solução para nenhum problema, a não ser a mais óbvia e assim mesmo, olhe lá… É um medíocre enfatuado, cheio de erudição, que se julga o “Dono da Verdade”, que se acha muito “entendido” e que reclama de tudo e só sabe criticar.

                É o mais perigoso de todos, pois costuma deter cargos de comando, por ser, geralmente, portador de algum diploma universitário em nível de bacharel (mais uma outra “muleta”) e se pavoneia por isso. Possui instrução e muita erudição.

                Já consegue ter um pouquinho mais de percepção das coisas, mas é somente isso.


O HOMEM DO NIVEL4

Vamos, agora, saber como reage um homem do nível 4. Faça o mesmo com esse que aí vem.

                E a cena repetiu-se. O caminhante olhou para o buscador e perguntou:

                - Por que você fez isso? Eu fiz alguma coisa errada? Ofendi você de alguma maneira? Enfim, gostaria de saber por que motivo você me bateu. Posso saber?

                - Não é nada pessoal. Eu e o Mestre estamos realizando um experimento para aprender qual será a reação das pessoas diante de uma agressão imotivada.

- Estamos dando tapas nas pessoas que passam, para conhecermos suas reações. Não é nada pessoal…

- Pelo visto, já realizaram este experimento com outras pessoas. Já devem ter aprendido muito a respeito de como reagem os seres humanos, não é mesmo?

                - É… Estamos aprendendo um bocado. Qual será sua reação? O que pensa de nosso experimento? Tem alguma sugestão melhor?

                - Hoje, vocês me ensinaram uma nova lição e estou muito satisfeito com isso e só tenho a agradecer por me haverem escolhido para participar deste seu experimento. Apenas acho que vocês estão correndo o risco de encontrar alguém que não consiga entender o que estão fazendo e revidar à agressão. Mas também se não corrermos algum risco na vida, nada jamais poderá ser conseguido, em termos de evolução.

O Mestre assim comentou:

                - O homem do nível 4 já está bem distanciado e se desligando gradativamente dos afazeres mundanos. Já sabe que existem outros níveis mais baixos e outros mais elevados, e está buscando apenas aprender mais e mais para evoluir, para tornar-se um sábio.

                Não é, em absoluto um erudito (embora até mesmo possa possuir algum diploma universitário) e já compreende bem a natureza humana para fazer julgamentos sensatos e lógicos. Por outro lado, possui uma curiosidade muito grande e uma insaciável sede de conhecimentos. E isso acontece porque abandonou suas “muletas” há muito pouco tempo, talvez há um mês ou dois.

 O HOMEM DO NIVEL 5

Mas vamos continuar com o nosso aprendizado. Repita o mesmo com este homem que aí vem, e vamos ver como reage um homem do nível 5. O tapa estalou.

                - Filho meu… Eu bem o mereci por não haver logo percebido que estavas necessitando de ajuda. Em que te posso ser útil?

                - Não entendi… Afinal, dei-lhe um tapa. Não vai reagir?

                - Na verdade, cada agressão é um pedido de ajuda. Em que te posso ajudar, filho meu?

                - Então, é nisso que te posso ajudar? Ajudar-te-ei com muita satisfação pedindo-te perdão por não haver logo percebido que desejas aprender. É meritória tua ação, pois o saber é a coisa mais importante que um ser humano pode adquirir. Somente por meio do saber é que o homem se eleva. E se estás querendo aprender, só tenho elogios a te oferecer.

                Logo aprenderás a lição mais importante que é a de ajudar desinteressadamente as pessoas, assim como estou a fazer com vocês, neste momento.

Instantaneamente, a cena se desfez e logo se viram em outro caminho, um pouco mais agradável do que os demais, e o Mestre assim se expressou:

                - Quando um homem atinge o nível 5, começa a entender que a Humanidade, em geral, digamos, o homem comum, é como uma espécie de adolescente que ainda não conseguiu sequer se encontrar e, por esse motivo, como todo e qualquer bom adolescente, é muito inseguro e, devido a essa insegurança, não sabe como pedir ajuda e agride a todos para chamar atenção e pedir, então, de maneira velada e indireta, a ajuda de que necessita.

                O homem do nível 5 possui a sincera vontade de ajudar e de auxiliar a todos desinteressadamente, sem visar vantagens pessoais.

 O HOMEM DO NIVEL 6

Agora, dê um tapa nesse homem que aí vem.

                E o buscador iniciou o ritual. Pediu ao homem que parasse e lançou a mão ao seu rosto. Jamais entendera como o outro, com um movimento quase instantâneo, desviou-se e a sua mão atingiu apenas o vazio.

                - Meu filho querido! Por que você queria ferir-se a si mesmo? Ainda não aprendeu que agredindo os outros você estará agredindo a si mesmo? Você ainda não conseguiu entender que a Humanidade é um organismo único e que cada um de nós é apenas uma pequena célula desse imenso organismo?

                Seria você capaz de provocar, deliberadamente, em seu corpo, um ferimento que vai doer muito e cuja cicatrização orgânica e psíquica vai demorar e causará muito sofrimento inútil?

 O HOMEM DO NIVEL 7

Instantaneamente, tudo se desfez e se viram em outro ambiente, ainda mais lindo e repousante do que este último em que estiveram. Então o Mestre falou:

                - Este é um dos níveis mais elevados a que pode chegar o ser humano em sua senda evolutiva, ainda na Matéria, no Planeta Terra. Um homem que conseguiu entender o que é o Amor, já é um Homem Sublime, Inefável e quase Inatingível pelas infelicidades humanas, pois já descobriu o Começo da Verdade, mas ainda não a conhece em toda sua Plenitude, o que só acontecerá quando atingir o nível 7. Logo você descobrirá isso.
Dê um tapa nesse homem que aí vem chegando. Vamos ver como reage o homem do nível 7.

                E o buscador pediu ao homem que parasse. Quando seus olhares se cruzaram, uma espécie de choque elétrico percorreu-lhe todo o corpo e uma sensação mesclada de amor, compaixão, amizade desinteressada, compreensão, de profundo conhecimento de tudo que se relaciona à vida e um enorme sentimento de extrema segurança encheram-lhe todo o seu ser.

                - Bata nele! – ordenou o Mestre.

                - Não posso, Mestre, não posso…

- Bata nele! Faça um grande esforço, mas terá que bater nele! Nosso aprendizado só estará completo se você bater nele! Faça um grande esforço e bata! Vamos! Agora!

                - Não, Mestre. Sua simples presença já é suficiente para que eu consiga compreender a futilidade de lhe dar um tapa. Prefiro dar um tapa em mim mesmo. Nele, porém, jamais!

                - Bate-me – disse o Homem com muita firmeza e suavidade – pois só assim aprenderás tua lição e saberás finalmente, porque ainda existem guerras na Humanidade.

                - Não posso… Não posso… Não tem o menor sentido fazer isso…- Então – tornou o Homem – já aprendeste tua lição. Quem, dentre todos em quem bateste, a ensinou para ti? Reflete um pouco e me responde.

- Acho que foram os três primeiros, do nível 1 ao nível 3. Os outros apenas a ilustraram e a complementaram. Agora, compreendo o quão atrasados eles estão e o quanto ainda terão que caminhar na senda evolutiva para entender esse fato. Sinto por eles uma compaixão muito profunda. Estão de “muletas” e não sabem disso. E o pior de tudo é que não conseguem perceber que é até muito simples e muito fácil abandoná-las e que, no preciso instante em que as abandonarem, começarão a progredir. Era essa a lição que eu deveria aprender?

- Sim, filho meu. Essa é apenas uma das muitas facetas do Verdadeiro Aprendizado. Ainda terás muito que aprender, mas já aprendeste a primeira e a maior de todas as lições. Existe a Ignorância! – volveu o Homem com suavidade e convicção

                - Mas ainda existem outras coisas mais que deves ter aprendido. O que foi?

                - Aprendi, também, que é meu dever ensiná-los para que entendam que a vida está muito além daquilo que eles julgam ser muito importante – as suas “muletas” – e também sua busca inútil e desenfreada por sexo, status social, riquezas e poder.
                - A Humanidade ainda é uma criança, mal acabou de nascer, mal acabou de aprender que pode caminhar por conta própria, sem engatinhar, sem precisar usar “muletas”. O grande erro é que nós queremos fazer tudo às pressas e medir tudo pela duração de nossas vidas individuais. O importante é que compreendamos que o tempo deve ser contado em termos cósmicos, universais. Se assim o fizermos, começaremos, então, a entender que o Universo é um organismo imenso, ainda relativamente novo e que também está fazendo seu aprendizado por intermédio de nós seres vivos conscientes e inteligentes que habitamos planetas disseminados por todo o Espaço Cósmico.

Nossa vida individual só terá importância, mesmo, se conseguirmos entender e vivenciar este conhecimento, esta grande Verdade: “somos todos uma imensa equipe energética atuando nos mais diversos níveis energéticos daquilo que é conhecido como Vida e Universo, que, no final das contas, é tudo a mesma coisa”.

                - Mas sendo assim, para eu aprender tudo de que necessito para poder ensinar aos meus irmãos, precisarei de muito mais que uma vida. Ser-me-ão concedidas mais outras vidas, além desta que agora estou vivendo?

- Mas ainda não conseguiste vislumbrar que só existe uma única Vida e tu já a estás vivendo há milhões e milhões de anos e ainda a viverás por mais outros tantos milhões, nos mais diversos níveis? Tu já foste energia pura, átomo, molécula, vírus, bactéria, enfim, todos os seres que já apareceram na escala biológica. E tu ainda és tudo isso. Compreende, filho meu, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.

                - Mas mesmo assim, então, não terei tempo, neste momento atual de minha manifestação no Universo, de aprender tudo o que é necessário ensinar aos meus irmãos que ainda se encontram nos níveis 1, 2 e 3.

- E quem o terá jamais, algum dia? Mas isso não tem a menor importância, pois tu já estás a ensinar o que aprendeste, nesta breve jornada mental. Já aprendeste que existem 7 níveis evolutivos possíveis aos seres humanos, aqui, agora, neste Planeta Terra.

O Autor deste conto conseguiu transmiti-lo, há alguns milênios, através da Tradição Oral, durante muitas e muitas gerações.

                Compreendes, agora, que não será necessário mais do que uma única vida como um ser humano, neste Planeta Terra, para que aprendas tudo e que possas transmitir esse conhecimento a todos os seres humanos, nos próximos milênios vindouros?

                É só uma questão de tempo, não concordas, filho meu?

Tu e todos os demais que estão transmitindo esse conhecimento já cumpriram as suas partes.

                Que os outros, os que dele estão tomando conhecimento, cumpram as suas. Para isso são livres e possuem o discernimento e o livre-arbítrio suficientes para fazer suas escolhas e nada tens com isso.

                Entendeste, filho meu?

J.Truffi


Enviado por Lisana Ratti  <lisana.numerologia@gmail.com>